Feriado de Ano-Novo terá fiscalização intensificada nas estradas


 

Autos - 29/12/2012 - 16:27:37

 

Feriado de Ano-Novo terá fiscalização intensificada nas estradas

 

Da Redação com R7

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Segundo a PRF, os óbitos tiveram aumento de 28%, em relação ao Natal de 2011. No entanto, foram registrados 14,8% menos acidentes.

Segundo a PRF, os óbitos tiveram aumento de 28%, em relação ao Natal de 2011. No entanto, foram registrados 14,8% menos acidentes.


 

Com um aumento de 28% de mortes no feriado do Natal, em relação a 2011, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) vai manter intensificada até 2 de janeiro a fiscalização nas rodovias de todo o País. A expectativa é que o número de óbitos nas estradas diminua nos quatro dias do feriado do Ano-Novo.

As abordagens e autuações vão focar, principalmente, em motoristas que estiverem acima do limite de velocidade, fazendo ultrapassagem em local proibido e dirigindo embriagados. Durante o Natal, pelo menos 30% dos acidentes fatais nas estradas federais foram causados por ultrapassagens proibidas e resultaram em batidas de frente.

Segundo a PRF, os óbitos tiveram aumento de 28%, em relação ao Natal de 2011. No entanto, foram registrados 14,8% menos acidentes.

O acidente mais grave em rodovias federais durante o último feriado foi na madrugada do dia 23 de dezembro. Um caminhão carregado de gesso bateu de frente em uma van com 14 passageiros, na BR-316, em Pernambuco. Onze pessoas morreram no local. O motorista do caminhão estava embriagado, de acordo com a PRF.

Entre 21 e 25 de dezembro, em todo o Brasil, 3,4% dos 25.082 motoristas que fizeram o teste do bafômetro estavam dirigindo sob efeito de álcool. Quase metade deles foi presa por embriaguez ou por se recusar a fazer o exame. 

;

Links
.
.
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Show de Caetano aconteceu no Largo da Batata, em São Paulo, em apoio ao MTST


Clima natalino chega a São Bernardo com “Luz, Câmera, é Natal!”


Alerta contábil: notas fiscais terão nova validação em 2018


MTST ocupa Secretaria em SP por tempo indeterminado por causa da invasão em São Bernardo


Trump confirma que EUA reconhecem Jerusalém como capital de Israel


Lei de Imprensa?