Politica - 31/12/2014 - 07:37:36

 

Marta Suplicy detona indicação de Juca Ferreira e PT quer saída de Ideli dos Direitos Humanos

Marta Suplicy detona indicação de Juca Ferreira e PT quer saída de Ideli dos Direitos Humanos

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Abr

 

Juca Ferreira será o novo ministro da Cultura apartir de 1º de janeiro de 2015

Juca Ferreira será o novo ministro da Cultura apartir de 1º de janeiro de 2015


A senadora e ex-ministra da Cultura Marta Suplicy fez uma dura crítica à indicação de Juca Ferreira para o Ministério da Cultura pela presidente Dilma Rousseff, anunciada nesta terça-feira. Em sua página oficial no Facebook, Marta afirmou que Juca promoveu "desmandos" na pasta. O sociólogo foi Ministro da Cultura de agosto de 2008 até o final da gestão de Lula, em 2012, e anteriormente foi secretário executivo do ministro Gilberto Gil.

Não é a primeira crítica pública de Marta Suplicy ao governo Dilma. Na sua carta de demissão, Marta afirmou que esperava uma equipe que "resgatasse a confiança e a credibilidade" ao governo da presidente reeleita. Também sobra uma indireta para Alexandre Padilha, candidato derrotado do PT ao Governo do Estado de São Paulo, quando Marta afirma que é "sintomático" o anúncio partir dele.

 

"Nada mais sintomático do que Alexandre Padilha, aquele que foi rejeitado pelo povo paulista, nas últimas eleições, para anunciar Juca Ferreira no Ministério da Cultura. 

A população brasileira não faz ideia dos desmandos que este senhor promoveu à frente da Cultura brasileira. O povo da Cultura, que tão bem o conhece, saberá dizer o que isto representa", disse a ex-ministra.

Durante o período como ministra, Marta promoveu o "vale-cultura", um projeto de 2009 do ex-ministro Juca Ferreira. 

Juca atualmente é secretário de Cultura da prefeitura de São Paulo, na gestão do petista Fernando Haddad. Segundo nota oficial, Dilma agradeceu a dedicação da ministra interina Ana Cristina da Cunha Wanzeler, que comandou o ministério após a saída de Marta Suplicy.

Juca Ferreira e Marta Suplicy

O sociólogo foi coordenador da área de Cultura da campanha da presidente Dilma Rousseff e articulou o apoio de artistas. 




Grupo do PT pede saída de Ideli dos Direitos Humanos

 

Setorial do partido pediu um nome ligado aos direitos humanos para contrapor setores conservadores

Ideli Salvatti

O Setorial Nacional de Direitos Humanos do Partido dos Trabalhadores (PT) pediu, em nota divulgada nesta terça-feira, a saída da ministra Ideli Salvatti da Secretaria de Direitos Humanos (SDH). Para o grupo, é necessário colocar um nome ligado à área para contrapor setores conservadores.

“Ficando a SDH com o Partido dos Trabalhadores, há um entendimento que a ministra deu a sua contribuição, mas é necessária para qualificação da SDH a nomeação de algum petista ligado à área dos Direitos Humanos”, diz o comunicado, sem citar o nome de Ideli.

A ex-senadora petista, que já passou por outros dois ministérios, é cotada para continuar na pasta de Direitos Humanos. A nota do setorial do PT foi divulgada diante da expectativa da confirmação dos últimos 15 nomes para compor o ministério.

O comunicado lembra que a reforma ministerial sofre críticas pela indicação de políticos sem relação direta com as pastas. “O governo Dilma está sendo atacado por colocar ministros completamente estranhos às suas pastas, manter a atual ministra na pasta de Direitos Humanos seria corroborar com isso.”

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Karen Porfiro é eleita a Miss São Paulo 2017: "Ganhei o gosto do público"


São Bernardo perde para o Linense em Lins e está próximo do rebaixamento


Palmeiras cede empate ao Audax no Palestra Itália


Santos derrota o Santo André e garante vaga na próxima fase do Paulistão


Lei Parede Limpa elimina pichações em 21 equipamentos públicos de S.Bernardo


Sobreviventes de Hiroshima relatam drama da bomba atômica em peça teatral em SP