Debaixo de chuva, a Ponte Preta vence o São Bernardo


 

Esporte - 25/02/2017 - 22:09:46

 

Debaixo de chuva, a Ponte Preta vence o São Bernardo

Debaixo de chuva, a Ponte Preta vence o São Bernardo

 

Da Redação com Agência Futebol Interior

Foto(s): Divulgação / PontePress / FábioLeoni

 

Lucca marca o gol da vitória depois de passe perfeito de Clayson

Lucca marca o gol da vitória depois de passe perfeito de Clayson


O jogo se desenhou no primeiro tempo para uma vitória tranquila da Ponte Preta pelo Campeonato Paulista. No segundo, porém, a Macaca recuou e precisou fazer seu torcedor sofrer. No final, a vitória sobre o São Bernardo, por 1 a 0, deixou a sensação de que se tivesse forçado e caprichado nas conclusões, os campineiros poderiam sair do estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, com um placar mais elástico no fechamento da sexta rodada.

O resultado apertado foi o suficiente para manter a Ponte na vice-liderança do Grupo D, com 11 pontos. Continua um à frente do Santos, terceiro colocado que bateu o Botafogo, por 2 a 0. O líder da chave é o Mirassol, que estacionou nos 13 pontos, após a derrota para o Corinthians, por 3 a 2.

O São Bernardo, por sua vez, ainda continua vivo por conta do baixo nível técnico do Grupo A, onde é o lanterna, com seis pontos. O Tigre tem dois pontos a menos que o Ituano, segundo colocado, e um a menos que o terceiro Botinha. O Corinthians é o líder, com 15 pontos.

PONTE NA PRESSÃO!

Apesar dos desfalques nas laterais – Nino Paraíba suspenso e Artur, lesionado -, a Ponte adotou uma postura ofensiva e tentou intimidar o adversário no início. Tanto que antes dos 20 minutos criou duas boas chances de sair na frente do marcador.

Aos 13, o atacante Lins tabelou com o artilheiro William Pottker e chutou para defesa de Daniel. Aos 17, o volante Matheus Jesus arriscou, a bola desviou na zaga e encobriu o arqueiro. A bola saiu caprichosamente por cima do travessão.

Muito tímido, o São Bernardo arriscou-se muito pouco. E a Macaca seguiu apostando na intensidade e na transição rápida para chegar com perigo. Aos 24 minutos, o atacante Clayson perdeu uma chance de ouro. Ele fez linda jogada individual, driblou dois marcadores, mas chutou torto por cima do gol.

UMA HORA ESPANA!

O lance desperdiçado só não foi pior que a tabela mal planejada entre o atacante Lucca e Pottker. Em contra-ataque, a dupla pegou a defesa do Tigre aberta.

Com espaço para carregar e chutar, Lucca tentou um passe precipitado para Pottker na área. Sem confiança na perna direita, o camisa 9 demorou a finalizar e acabou travado.

A principal polêmica do primeiro tempo aconteceu aos 30 minutos. Após lindo passe por elevação de Clayson, Matheus Jesus iria sair na cara do gol, mas foi atingido pelo zagueiro João Francisco em cima da linha.

O árbitro assinalou falta fora. Na cobrança, Clayson bateu forte e Daniel fez milagre.

Depois de tanto tentar, os mandantes finalmente chegaram ao gol aos 39 minutos. Lins descolou belo passe para Lucca, que invadiu a área e bateu firme. A bola passou por baixo do goleiro, que aceitou. O empate poderia ter saído na única finalização clara do Bernô, aos 46, quando meia Rafael Costa arriscou de longe e mandou na trave direita do goleiro Aranha.

SOFRER PARA QUÊ?

Na segunda etapa, a Ponte não voltou com a mesma intensidade e quase foi surpreendida aos dois minutos, em saída errada de Aranha. O lateral Emerson travou o atacante Walterson e salvou. No lance seguinte, a resposta. Lucca ajeitou para Clayson, que bateu para outra linda defesa de Daniel.

Os campineiros poderiam praticamente ter liquidado a vitória aos 14 minutos. William Pottker fez uma jogada “à lá Messi” e saiu costurando a defesa adversária pela direita. Ele chegou á linha de fundo, na área, e só rolou para Lucca. Sem goleiro, ele conseguiu mandar por cima do travessão.

Após o lance, a Macaca relaxou e viu o Bernô crescer perigosamente. Aos 15 minutos, quase o empate saiu. O meia Marcinho arriscou da entrada da área e Aranha precisou se esticar todo para espalmar e evitar o gol.

Conformada com a vitória magra, a Ponte passou a chegar apenas em lances esporádicos. Este excesso de cautela resultou em um drama desnecessário. Como aos 30 minutos, quando quase o meia Fellipe Mateus marcou de cabeça. O recuou gerou revolta da torcida que ensaiou vaias.

No final, ficou a impressão de que se tivesse forçado mais e caprichado nas conclusões, a Ponte poderia ter saído de campo com uma goleada a favor. Aos 35 minutos, a última chance. Lins escapou pela direita e cruzou rasteiro. Sozinho, Clayson esticou-se todo, mas não alcançou a bola.

PRÓXIMOS JOGOS

No próximo domingo, às 19 horas, a Ponte Preta volta a campo pelo Paulistão para enfrentar o Ituano, no estádio Novelli Júnior, em Itu. Antes, porém, recebe o Cuiabá-MT, na quinta-feira, às 19h30, pela Copa do Brasil. Enquanto isso, o São Bernardo recebe o Audax, no sábado, às 18h30, no estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo.


FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 1 X 0 SÃO BERNARDO

Local: Estádio Moisés Lucarelli - Campinas  (SP)

Data: 25 de fevereiro de 2017, sábado

Horário: 19H30 horas (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral

Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo e Luis Felipe Prado

Cartões amarelos: Ponte Preta: Emerson, Fernando Bob, Reynaldo; São Bernardo: João Francisco, Geandro


GOL

PONTE PRETA: Lucca 39' 1T


PONTE PRETA: Aranha; Emerson (Naldo), Yago, Marllon e Reynaldo; Matheus Jesus (Ravanelli), Fernando Bob e Lucca (Jadson); Lins, William Pottker e Clayson - Técnico: Felipe Moreira

SÃO BERNARDO: Daniel; Paulo Henrique, Edimar, João Francisco e Eduardo; Geandro (Fellipe Mateus), Vinícius Kiss, Marcinho e Rafael Costa (Patrick Vieira); Edno e Walterson - Técnico: Sérgio Vieira

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Tribunal de Contas fiscaliza as condições da merenda em 250 escolas na Grande São Paulo


Serviço de Inteligência do regime de Maduro faz buscas na casa de ex-procuradora venezuelana


Maioria dos imóveis do 'Minha Casa, Minha Vida' têm defeitos de construção


Fãs fazem vigília e lembram 40 anos da morte de Elvis Presley


TRF4 mantém prisão preventiva do ex-ministro Antonio Palocci


MPF denuncia ex-ministro Geddel Vieira Lima por obstrução de Justiça