Prefeitura de São Bernardo sanciona Lei Parede Limpa


 

ABCD - 16/03/2017 - 17:57:52

 

Prefeitura de São Bernardo sanciona Lei Parede Limpa

Prefeitura de São Bernardo sanciona Lei Parede Limpa

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Gabriel Inamine / PMSBC

 

Orlando Morando ajuda na limpeza de parede da antiga Câmara Municipal de São Bernardo

Orlando Morando ajuda na limpeza de parede da antiga Câmara Municipal de São Bernardo


O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, sancionou, nesta quinta-feira (16/03), o projeto de lei que estipula multas para quem for pego pichando na cidade, popularmente denominada de “Lei Parede Limpa”.  A proposta foi aprovada ontem na Câmara, por 21 votos a zero e quatro abstenções, mesmo dia em que o texto foi enviado ao Legislativo. O teor da matéria descreve penalidades de R$ 16.371,91 para flagrantes contra em monumentos e bens tombados e de R$ 6.548,76 para quem cometer a infração em imóveis públicos e particulares.

A assinatura autorizando a Lei foi feita na Câmara de Cultura, patrimônio histórico do município, localizado na Rua Marechal Deodoro, Centro, e que há muitos  anos está deteriorada por pichações. Após destacar os objetivos da matéria, Morando fez questão de pintar uma das paredes e confirmar nova ação para o fim de semana. Um dos pontos será na Avenida Lions, no Rudge Ramos. O ato que formalizou o início da Lei foi prestigiado pelos secretários da Prefeitura e vereadores da base aliada.

O texto da Lei Parede Limpa enfatiza que o infrator pode trocar a punição pela pintura ou reparo completo do local afetado. Há também prazo de dez dias para que o infrator apresente sua defesa e recorrer da decisão. Estão descritas punições também a empresas que comercializem tintas em aerossol e que não fornecerem nota fiscal com identificação dos compradores. As empresas que trabalham com fios elétricos, exemplo a AES Eletropaulo, também estão sob vigilância da administração, no que se refere-se a desobstrução dos cabos, regularmente ocupados com par de tênis, sacolas e pipas. Estão previstas notificações e multas.

 A fiscalização de toda a ação da nova Lei será realizada pela Guarda Civil Municipal (GCM) e pela Secretaria de Gestão Ambiental.

A principal meta do Executivo é reforçar as ações de zeladoria ao patrimônio público, objetivo traçado pela gestão desde seu o início, quando instituiu o Programa Nova São Bernardo, que determina a manutenção de vários bairros da cidade, com serviços de limpeza, reparos, capina e roçagem, por exemplo.

Com a aprovação da matéria, o Executivo inicia ações de mutirão para recuperar os bens públicos, já pichados. Além disso, a administração irá trabalhar com o plano de criar mecanismos de comunicação para que cidadãos possam registrar denúncias. No portal da Prefeitura a denúncia pode ser feita pelo www.saobernardo.sp.gov.br/web/sbc/lei-parede-limpa. Pelo telefone, o contato é com a GCM, por meio do 153.

“Ação para cuidar da cidade. Não dá para ficar aceitando que a Prefeitura faça serviços de limpeza e pintura e que no outro dia seja pichado. A lei não foi feita para se criar guerra, apenas para corrigir. Grafiteiros são bem-vindos, pichadores não”, argumentou Morando.

A nova matéria indica também que empresas concessionárias de serviços de iluminação e telefonia que utilizam a fiação área sejam notificadas para a limpeza e retirada de objetos que causem poluição visual.

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Polícia Federal suspende por tempo indeterminado a emissão de passaportes


'Noite Tranquila' acaba com pancadões e elimina concentração de 1.200 pessoas


Prefeitura de São Bernardo inaugura nova sede da Procuradoria Fiscal


Helicóptero da polícia lança duas granadas contra Supremo na Venezuela


Maduro ameaça ir às armas caso haja risco de destruição da revolução bolivariana


Procuradores escolhem hoje nomes que vão compor lista tríplice para a PGR