No Lollapalooza a pochete é um acessório em alta entre o público


 

Mulher - 25/03/2017 - 15:59:39

 

No Lollapalooza a pochete é um acessório em alta entre o público

No Lollapalooza a pochete é um acessório em alta entre o público

 

Da Redação com Ego

Foto(s): Ego

 

Bruna Texeira

Bruna Texeira


A pochete - acessório que já foi hit nos anos 80 e anda tão esquecido nos últimos tempos - voltou com tudo entre o público do Lollapalooza 2017. A peça foi vista compondo vários looks de homens e mulheres neste sábado, 25, primeiro dia do festival realizado no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Na cintura ou nos ombros, preta ou colorida, ela se fez presente.

"Tenho essa pochete já há algum tempo e tinha um certo receio de usar, mas agora a Moda abraçou e fico mais à vontade", conta Kaique Brasileiro, 21 anos. "E é uma peça unissex, serve para homens e mulheres, é só saber usar", pontua Larissa Coelho, 21.

A praticidade do acessório e seu pequeno tamanho são os principais motivos apontados para que a peça fosse vista com mais frequência no festival.

"Para um lugar assim, com muita gente, ela é essencial. Você consegue carregar tudo que precisa sem carregar uma mochila grande, por exemplo", diz Ana Cristina Borges. "Tinha comprado a minha depois de ver uma referencia de moda, mas nos últimos tempos ela se tornou algo mais prático do que pra embelezar a produção", fala Fillipi Santos. "É feia, mas é útil", resume com muito bom humor a jovem Bruna Rosa, 22.

Moda

Bruna Texeira

Moda

Larissa Coelho e Claudio Machado

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Polícia Federal suspende por tempo indeterminado a emissão de passaportes


'Noite Tranquila' acaba com pancadões e elimina concentração de 1.200 pessoas


Prefeitura de São Bernardo inaugura nova sede da Procuradoria Fiscal


Helicóptero da polícia lança duas granadas contra Supremo na Venezuela


Maduro ameaça ir às armas caso haja risco de destruição da revolução bolivariana


Procuradores escolhem hoje nomes que vão compor lista tríplice para a PGR