} .materia strong { color: #FFF; }


 

ABCD - 29/03/2017 - 15:18:51

 

Em São Bernardo, despesas hospitalares com acidentes em estradas serão cobradas das concessionárias

Em São Bernardo, despesas hospitalares com acidentes em estradas serão cobradas das concessionárias

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Gabriel Inamine / PMSBC

 

Orlando Morando e Geraldo Reple visitam o pronto atendimento - adulto

Orlando Morando e Geraldo Reple visitam o pronto atendimento - adulto


O município de São Bernardo vai cobrar despesas médicas e hospitalares das Concessionárias de estradas e rodovias em casos de acidentes ou ocorrências, em outras localidades, mas que foram atendidas em seus equipamentos públicos da Saúde.

A medida foi proposta pelo prefeito Orlando Morando, buscando estabelecer critérios em relação à recepção do município em disponibilizar serviços de Pronto Atendimento, UTI e demais ações, quando a infração foi registrada em outro local.

“São Bernardo não deixará de atender ninguém que precise do serviço de Saúde. O que vai acontecer, a partir de agora, é que serão enviados os custos médicos e hospitalares às concessionárias responsáveis por encaminhar um paciente ao nosso sistema de Saúde, sem que a ocorrência tenha acontecido dentro dos nossos limites. Já são cobrados pelas concessionárias, pedágios e impostos por seus serviços, então, é uma justiça econômica. Além disso, é cuidado a mais com a nossa população que precisa também do equipamento público”, destacou Morando.

Para a viabilização da proposta, foram acionadas as concessionárias Ecovias e SPMar, que terão de repassar os valores correspondentes ao município quinzenalmente. A quantia a ser cobrada terá base do SUS – Sistema Único de Saúde – e da AMB – Associação Médica Brasileira.

O texto original foi aprovado por unanimidade pela Câmara, nesta quarta-feira, e será sancionado por Morando nos próximos dias.

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



STF adia julgamento de pedido de habeas corpus para libertar Dirceu na Lava Jato


STF revoga prisão domiciliar de Bumlai que, agora, fica em liberdade


STF decide que goleiro Bruno deve voltar à prisão imediatamente


Submarino nuclear dos EUA chega à Coreia do Sul


Polícia prende, Justiça solta, subjetivismos


Comissão começa a discutir relatório da reforma da Previdência