Orlando Morando lança projeto “Saúde Prioridade” para zerar filas de consultas e exames


 

ABCD - 30/03/2017 - 19:24:56

 

Orlando Morando lança projeto “Saúde Prioridade” para zerar filas de consultas e exames

Orlando Morando lança projeto “Saúde Prioridade” para zerar filas de consultas e exames

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Gabriel Inamine / PMSBC

 

Anúncio foi feito pelo prefeito Orlando Morando na Clínica DunaCor, uma das parceiras no projeto

Anúncio foi feito pelo prefeito Orlando Morando na Clínica DunaCor, uma das parceiras no projeto


A prefeitura de São Bernardo lançou, na tarde desta quinta-feira (30/03), o programa “Saúde Prioridade”. O prefeito Orlando Morando e o secretário da Saúde Geraldo Reple Sobrinho estiveram na Clínica DunaCor e anunciaram a parceria da prefeitura com instituições filantrópicas e empresas privadas. Esse projeto tem como principal objetivo zerar as pendências da saúde. Hoje, o município tem uma fila de aproximadamente 70 mil demandas reprimidas (49.575 consultas e 21.051 exames).

O prefeito Orlando Morando explicou que para o programa ser executado, foi preciso algumas intervenções. A agenda de alguns médicos foi reajustada, o que permitiu uma ampliação da oferta de consultas, tudo isso sem qualquer custo excedido e disse: “O nosso principal objetivo nesse projeto, com certeza é priorizar a saúde. Entre 90 e 120 dias, nós conseguiremos acabar com essas filas e oferecer uma saúde melhor para o munícipe”.

O Secretário da Saúde, Geraldo Reple Sobrinho, ressaltou que a administração tem um grande desafio pela frente, porém trabalhando em equipe São Bernardo conseguirá ser referência na saúde e também modelo para os outros municípios. “Esse é um trabalho em conjunto, nós vamos atender toda a demanda reprimida e trabalhar para que o paciente não tenha mais que esperar tanto tempo para receber atendimento médico”, disse.

O secretário explicou ainda que o paciente receberá uma ligação e será informado sobre os dados do agendamento (data, hora e local). Ele também será orientado a procurar uma UBS para retirar a guia de atendimento, que deverá ser apresentada no local da consulta/exame.

Durante o lançamento do projeto, o prefeito Orlando Morando entregou o primeiro resultado de exame de ecocardiograma. Silvia Aparecida da Costa, de 49 anos estava na fila de espera há 3 meses e se surpreendeu ao receber a ligação dos agentes de saúde  “Eu estava na fila de espera e sinceramente estava quase buscando um atendimento privado. Fui surpreendida com a ligação que recebi ontem, vim feliz realizar o exame, mas estou mais feliz ainda por ir embora sabendo que está tudo bem com o meu coração” ressaltou.

Para a eficácia do projeto, foram firmadas parcerias com a Santa Casa de Misericória de São Bernardo, com a Associação Paulista de Medicina e com as Clínicas DunaCor e FluxoSS. Essas instituições irão oferecer atendimento médico e gratuito a todos os munícipes de São Bernardo em horário normal (das 8h às 19h), mas, se houver necessidade, eles abrirão agendas extras de consulta para atender a toda a demanda,  no prazo estabelecido.   

Primeiro Mutirão

No último sábado (25/03), antes mesmo do projeto ser lançado, foi realizado o Primeiro Mutirão da Cirurgia Vascular, no ambulatório do Hospital Anchieta. Foram atendidas cerca de 850 pessoas que aguardavam por uma consulta. Os pacientes foram avaliados, encaminhados para exames médicos, cirurgias ou para outras especialidades.

Com o mutirão, já é possível mensurar uma queda de 35% na fila de espera por atendimento vascular. Entre os pacientes existiam pessoas que estavam aguardando há anos uma vaga para ser avaliado pelo médico. Rivaneide Trigueiro, de 54 anos, estava na fila desde 2004. Ela sente diariamente dor e dormência na perna, além de ter a região toda avermelhada. Rivaneide disse que quase não acreditou quando ficou sabendo que finalmente tinha conseguido uma vaga para consulta e ressaltou: “Estou há tantos anos aguardando por atendimento, que não acreditei quando recebi a ligação. Eu preciso de uma avaliação médica urgente, sinto muitas dores”.

Já Marinalva Gomes de Sá, estava na fila por um ano. A paciente já teve trombose e toma diversos remédios, porém necessita de acompanhamento médico. Ela chegou ao ambulatório logo no início do mutirão e percebeu que o serviço estava valendo a pena e disse: “Esse programa está fazendo toda a diferença, está valendo a pena. Eu estou esperando há um ano, mas vou sair daqui hoje com o problema resolvido”.

Os mutirões irão acontecer mensalmente e oferecerão diversos atendimentos à população. O próximo evento está marcado para acontecer no próximo sábado, 8 de abril e vai solucionar problemas de atendimento na saúde bucal.

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Cadastur: Mais de 70% dos meios de hospedagem do país estão irregulares


Alex Manente e PT juntos mais uma vez


PT e aliados de Luiz Marinho mostram as garras e assumem a frente da invasão


Lula e Gilberto Carvalho se tornam réus por corrupção passiva


MPF pede manutenção da prisão preventiva de Jacob Barata Filho


MTST ocupa portaria do Ministério da Fazenda em protesto contra ajuste fiscal