Comissão aprova medida provisória que permite acordos de leniência com bancos


 

Nacional - 05/09/2017 - 17:35:50

 

Comissão aprova medida provisória que permite acordos de leniência com bancos

 

Da Redação com Abr

Foto(s): Divulgação / Waldemir Barreto / Agência Senado

 

Comissão mista no Congresso para análise da MP 784/2017

Comissão mista no Congresso para análise da MP 784/2017


Parlamentares da comissão mista para análise da Medida Provisória (MP) 784/2017 – que possibilita acordos de leniência do Banco Central (BC) com instituições financeiras que cometeram ilícitos – aprovaram parecer favorável da relatora, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) - Projeto de Lei 29/2017.

A MP 784 amplia os poderes punitivos do banco e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Em acordo de leniência, a colaboração pode diminuir as penalidades aplicáveis em até dois terços e até mesmo extinguir processos em curso. Além disso, a MP aumenta de R$ 250 mil para R$ 2 bilhões o valor das multas que poderão ser aplicadas às instituições financeiras.

O texto agora precisa ser aprovado pelo plenário da Câmara dos Deputados e do Senado.

Alterações

Defendida pelo BC, a MP foi alvo de polêmica. O argumento contra a matéria é que a celebração de acordos de leniência pelo BC invadiria competências que são do Ministério Público.

A senadora Lídice da Mata modificou o texto original, acatando integralmente cinco emendas apresentadas pelos parlamentares e, parcialmente, 28. Uma das mudanças feitas foi deixar mais claro que o marco punitivo para os bancos trata de infrações administrativas, não penais.

Lídice da Mata disse que a matéria é importante porque reforça a fiscalização sobre o sistema financeiro. “O que está passando no Brasil nos põe a refletir sobre os instrumentos de controle financeiro que o país tem. Como tanto dinheiro tem entrado e saído do país sem que ninguém explique?”, questionou.

A comissão também aprovou três destaques. Entre eles, proposta do deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) de recriação de dois fundos de arrecadação de multas para BC e CVM. A relatora havia retirado essa possibilidade, prevista no texto original.

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Câmara aprova decreto de intervenção no Rio de Janeiro


Vereadores petistas querem indenização da prefeitura de São Bernardo


MTST realiza discursos políticos contra reforma da Previdência em São Bernardo


MTST descumpre acordo e faz passeata em São Bernardo


Temer convoca Exército para intervir na segurança do Rio de Janeiro


Justiça manda Corinthians e Odebrecht devolverem R$ 400 milhões para a Caixa