João Dória dispara na preferência para o governo paulista nas eleições de 2018, aponta pesquisa
SBC


 

Politica - 20/12/2017 - 00:14:47

 

João Dória dispara na preferência para o governo paulista nas eleições de 2018, aponta pesquisa

 

Da Redação .

Foto(s): Divulgação / PMSP

 

João Dória Jr, PSDB, prefeito da cidade de São Paulo

João Dória Jr, PSDB, prefeito da cidade de São Paulo


O Instituto Paraná Pesquisas divulgou no final da primeira quinzena de dezembro o resultado do levantamento realizado em seis cenários diferentes para as eleições de 2018 para governador do Estado de São Paulo.

O levantamento de dados foi realizado por meio de entrevistas pessoais com eleitores com 16 anos ou mais em 76 municípios do Estado paulista entre os dias 05 a 09 de dezembro passado.

Para a seleção da amostra utilizou-se o método de amostragem estratificada proporcional. Conforme o mapeamento do Estado em 15 mesorregiões homogêneas segundo o IBGE, considerou-se esta divisão geográfica como primeira estratificação. Dentro de cada mesorregião, agruparam-se os municípios em grupos homogêneos, procedendo-se à estratificação proporcional final da amostra. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/17.

Tal amostra representativa do Estado de São Paulo atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais, nas análises das questões por localidade o grau de confiança atinge 95,0% para uma margem estimada de erro no estrato “Demais Mesorregiões do Estado” de aproximadamente 3,0% e na Mesorregião Metropolitana de São de aproximadamente 3,0%.


O resultado da pesquisa pode ser vista no site do instituto


Os seis cenários

O primeiro cenário fica na disputa entre João Doria, atual prefeito de São Paulo, com 27% das intenções de voto, seguido de Celso Russomanno (26,9%) e Paulo Skaf (15,6%). Logo depois vêm Luiz Marinho (3,9%), Rodrigo Garcia (2,7%), Carlos Giannazi (1,8%) e Márcio França, atual vice-governador do Estado (1,8%). Dos entrevistados, diante deste cenário, 16,2% disseram que não votariam em nenhum, enquanto 4,2% não souberam responder.

No segundo cenário, sem Celso Russomanno, o prefeito João Doria aparece com larga vantagem ante Paulo Skaf – 38,6% contra 21,4%, respectivamente. Luiz Marinho vem em terceiro com 5,7%, Rodrigo Garcia com 5,5%, Márcio França com 2,6% e Carlos Giannazi com 2,4%. Neste cenário, 18,3% disseram não votar em nenhum dos nomes apresentados. 5,6% não souberam responder.

No terceiro cenário, com José Serra no lugar de João Doria, é Russomanno quem leva vantagem (26,5%), seguido por Serra (24%), Skaf (17,7%), Luiz Marinho (3,6%), Rodrigo Garcia (2,6%), Carlos Giannazi (1,9%) e Márcio França (1,9%). Dos entrevistados, diante deste cenário, 17% disseram que não votariam em nenhum, enquanto 4,8% não souberam responder.

No quarto cenário, sem Doria e Russomanno, José Serra leva a melhor contra Skaf – 32,4% contra 25,1%, respectivamente. Luiz Marinho vem com 5,7%, Rodrigo Garcia com 4,3%, Márcio França com 2,8% e Giannazi com 2,6%. Dos entrevistados, diante deste cenário, 21,4% disseram que não votariam em nenhum, enquanto 5,7% não souberam responder.

No quinto cenário, contando com a presença de Fernando Haddad, o atual prefeito de São Paulo leva a melhor com 36%, seguido de Skaf (19,2%), Haddad (14,1%), Garcia (4,5%), França (2,4%) e Giannazi (2,1%). Neste cenário, 16,8% disseram não votar em nenhum dos nomes apresentados. 4,9% não souberam responder.

No sexto e último cenário analisado na pesquisa, sem a presença de Doria, José Serra sai à frente com 29,4%, seguido de Paulo Skaf com 22,9%, Fernando Haddad com 14,8%, Rodrigo Garcia com 3,7%, Márcio França com 2,7% e Carlos Giannazi com 2,3%. Não votariam em nenhum dos nomes 19,5% dos entrevistados, e 4,7% deles não saberiam em quem votar.

Potencial de votação entre os tucanos (PSDB)

O prefeito de São Paulo, eleito em 2016, João Doria, aparece como favorito entre os tucanos apontados nos diversos cenários para disputar o Palácio dos Bandeirantes com 40,1% da preferência dos eleitores paulistas. José Serra vem com 26,7%, Luiz Felipe D’Ávila tem 4,2% das intenções e Floriano Pesaro 1,5%. 22,6% dos entrevistados disseram que não votariam em nenhum dos nomes apresentados. 4,9% não souberam responder em quem votariam.

Potencial de votação entre os petistas (PT)

O atual vereador e ex-senador Eduardo Suplicy ficou na vantagem, com 28%, contra o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que apontou 16% da preferência dos entrevistados para ser o representante do PT na disputa ao governo paulista. Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo do Campo e, hoje, denunciado pelo Ministério Público Federal no caso do Museu do "Lula" e no caso dos Caças Gripen da Saab, vem em terceiro com 8,5%. 

Entretanto, a taxa de rejeição a todos os nomes do PT é maior que a alcançada por Suplicy: 42,8%. 4,7% não souberam responder em quem votariam se a eleição fosse hoje.

O vice-governador Márcio França do PSB

Na melhor das hipóteses, o atual vice de Alckmin, Márcio Franca, PSB, não chega a 3% das intenções de voto, ficando, sempre, entre a penúltima e a última posição nos seis cenários avaliados na pesquisa.

O governo tucano de Geraldo Alckmin

No levantamento, 33,2% dos entrevistados classificaram como “ótima/boa” a administração do atual governador do Estado; 36,8% classificaram como “regular” e 28,1% disseram ser “ruim/péssima”. 1,8% dos entrevistados não sabiam ou não opinaram.

A aprovação do governo tucano chegou a 54,2% dos entrevistados; 40,4% desaprovam e 5,4% não souberam responder ou não opinaram.

 



;

Links
Vídeo
SBC


Últimas Notícias



Em São Bernardo, roda de Capoeira é atração do fim no Riacho Grande


Pioneira na região metropolitana, São Bernardo lança biometria facial nos ônibus para gratuidades


Prefeito Orlando Morando vistoria obras de duplicação do viaduto Teresa Delta


Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas


Inscrições para Fies estão abertas a partir de hoje


MEC divulga resultado da segunda chamada do ProUni