GCM debela tumulto promovido por jovens em São Bernardo


 

ABCD - 09/02/2018 - 10:49:06

 

GCM debela tumulto promovido por jovens em São Bernardo

 

Da Redação .

Foto(s): Reprodução

 

Jovens fazem manifestação em frente à casa do secretário de cultura em São Bernardo do Campo

Jovens fazem manifestação em frente à casa do secretário de cultura em São Bernardo do Campo


Depois de não autorizar a realização da Festa de 5 anos da Batalha da Matrix na pista de skate do Parque da Juventude (Città di Marostica) alegando que o parque encontra-se em nova fase administrativa e que estão sendo estipuladas novas grades e permissões de uso com preço público para eventos, os organizadores promoveram uma manifestação na frente da casa do atual secretário de cultura, Adalberto José Guazzelli.

De acordo com a prefeitura “estão suspensas as permissões de uso até que novas diretrizes sejam firmadas”.

O movimento saiu da praça Brasil, próximo ao terminal Ferrazópolis, no centro da cidade, dirigindo-se à casa do secretário Guazzelli sendo acompanhada pela Guarda Civil Metropolitana (GCM).

"Seguimos os procedimentos e a GCM acompanhou a manifestação por todo o percurso — da praça até a chegada na casa do secretário de Cultura, Adalberto José Guazzelli. Fomos avisados que deveríamos desobstruir a rua. Quando já estávamos de saída, eles começaram a jogar as bombas, pelas nossas costas", disse Lucas Fonseca do Vale, um dos organizadores.

"Há 5 anos comemoramos o aniversário da Batalha da Matrix no parque Radical. Enviamos um ofício reservando a data e o espaço. Levaríamos toda a estrutura técnica. A solicitação foi negada", completou Lucas.

Outra acusação, sem base fudamentada ou fonte confiável do grupo manifestante, daria conta de que a prefeitura estaria querendo privatizar os parques.

O tumulto começou com alguns manifestantes e a GCM atuou para debelar a aglomeração com bombas de gás. Em vídeo postado nas redes sociais nota-se que a GCM solicitou que o grupo encerra-se a manifestação, pois haviam diversas reclamações e os organizadores concordaram e comunicaram que "o recado já está dado". Entretanto algum membro presente voltou a gritar palavras de ordem e a dirigir, novamente, ofensas e, ao fundo, não se tem a exata dimensão do início do confronto, ouve-se a primeira explosão de bomba lançada para dispersar a manifestação.

Um dos organizadores gritava para que os manifestantes não praticassem nenhum vandalismo e que saíssem em ordem do local. Mas novamente se ouve um membro gritando novas palavras de ordem contra o secretário de cultura.

Um analista foi consultado para que avaliasse o vídeo. De acordo com ele a manifestação poderia ter sido resolvida de outra maneira e que houve excessos de ambos os lados. Algo que poderia ser tratado com fundo "cultural" foi usado de maneira "política" e, claramente, percebe-se que houve interferência, na manifestação, com intuito político.

"Acredito que assessores do secretário poderiam ter resolvido a questão com alternativas que não somente o Parque da Juventude", disse o analista. "existem regras, que não eram seguidas antes, mas que precisam ser levadas em consideração por aqueles que querem realizar um evento. Essas regras envolvem segurança, saúde, trânsito, bombeiros e até recolhimento de ECAD. Os organizadores precisam emitir ofício para diversos órgãos públicos e conseguir todas as licenças necessárias e obrigatórias", completou.

"Ao ser negado o pedido de reserva, deveria ter sido explicado o porque e como solucionar a questão e isso cabia aos representantes da secretaria de cultura.O custo para manutenção daquele espaço público (Parque da Juventude) deve ser coberto quando eventos que desviam sua função ou finalidade são realizados. A função ou finalidade do parque é lazer em esportes radicais e, além disso, é um local 'fechado' e assim foge ao planejado pelos organizadores. Afinal você não faz um evento de MMA em um teatro e muito menos uma disputa de kart dentro de uma escola", finaliza o analista.

Batalha da Matrix

A Batalha da Matrix é um evento que reúne jovens de diversas idades, classes sociais, educacionais e etnias, em uma disputa de Rap na Praça Matriz, no centro de São Bernardo, toda terça-feira, à noite. 

Nota da Prefeitura de São Bernardo

"A Prefeitura de São Bernardo do Campo, por meio da Secretaria de Cultura, informa que em nenhum momento foi veiculado que os espaços da cultura seriam privatizados. A prefeitura está em tratativas para regularizar a situação da Batalha da Matrix.

Na noite da última quinta-feira (8), por volta das 19h, manifestantes bloquearam o trânsito na rua Bela Vista. A Guarda Civil Municipal (GCM) tentou dialogar com os manifestantes para que liberassem a via de forma pacifica e ordeira, sem êxito. Desta forma, foi necessária a intervenção da GCM.

Reforça-se que a manifestação é um direito das pessoas, porém, em local adequado que não interfira nos direitos de terceiros e com o conhecimento prévio do poder público, principalmente, o departamento de trânsito e órgãos de segurança.

A conduta da GCM obedece protocolos da instituição que estão plenamente de acordo com as normas nacionais e internacionais de proteção aos direitos humanos e aos princípios da legalidade, necessidade, proporcionalidade, moderação e conveniência".

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




MTST realiza discursos políticos contra reforma da Previdência em São Bernardo


MTST descumpre acordo e faz passeata em São Bernardo


Temer convoca Exército para intervir na segurança do Rio de Janeiro


Justiça manda Corinthians e Odebrecht devolverem R$ 400 milhões para a Caixa


Empresa russa investe no estudante paulista


Acadêmicos do Tatuapé é bicampeã do carnaval de São Paulo