Ministro apresenta Novo Sistema de Avaliação


 

Nacional - 05/12/2003 - 10:24:37

 

Ministro apresenta Novo Sistema de Avaliação

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 


A pretensão do ministro, Cristovam Buarque, de aplicar já em 2004 o novo sistema de avaliação do Ensino Superior enfrentará resistência da oposição no Congresso. “O Governo teve um ano, esperamos ter o tempo necessário para discutir o projeto”, reagiu ontem o senador José Jorge (PFL-PE), após o ministro apresentar a proposta e pedir o apoio dos integrantes da Comissão de Educação do Senado. O presidente da comissão, senador Osmar Dias (PDT-PR), prevê que a oposição dará trabalho, mas lembra que o Governo tem maioria no Congresso e, se quiser, consegue aprovar a proposta antes de julho. Ele explica que o regime de urgência requer votação em 45 dias no Senado, depois bastariam outros 45 dias de tramitação na Câmara. O ministro já desistiu de publicar uma medida provisória para garantir a execução do projeto de imediato. A proposta do MEC mantém o Provão, criado pelo Governo anterior, mas com ajustes, e cria um Índice de Desenvolvimento do Ensino Superior (Ides). O índice será composto por quatro indicadores que medirão a aprendizagem do aluno, a qualidade do ensino, a infra-estrutura da instituição e a chamada responsabilidade dos cursos com a sociedade. O senador José Jorge criticou o novo provão, pois considera mais fácil avaliar uma nota (Provão) do que quatro conceitos misturados um com outro (Ides). A complexidade do Ides pode, na opinião dele, impedir a sociedade de entender a avaliação.  A nova proposta prevê exame dos alunos de uma mesma área a cada três anos e, segundo o Governo, sua aplicação sai mais barata do que a do provão. ;

Links
.
.
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Câmara aprova decreto de intervenção no Rio de Janeiro


Vereadores petistas querem indenização da prefeitura de São Bernardo


MTST realiza discursos políticos contra reforma da Previdência em São Bernardo


MTST descumpre acordo e faz passeata em São Bernardo


Temer convoca Exército para intervir na segurança do Rio de Janeiro


Justiça manda Corinthians e Odebrecht devolverem R$ 400 milhões para a Caixa