} .materia strong { color: #FFF; }


 

Politica - 05/12/2005 - 09:35:03

 

Dirceu gastou R$ 49,5 mil em verbas indenizatórias

Dirceu gastou R$ 49,5 mil em verbas indenizatórias

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 


Em sua primeira entrevista coletiva após a cassação, o agora ex-deputado José Dirceu (PT-SP) se queixou do salário parlamentar: R$ 12.847,20. "O povo paga mal, mas paga em dia", afirmou. Mas, ao deixar o governo e voltar para Câmara, optou pelos benefícios de deputado, e não os de ministro. Nos cinco meses em que virou alvo de denúncias, o ex-chefe da Casa Civil gastou R$ 49.576,95 em verbas indenizatórias. Ou seja: 165 salários mínimos. Foi em novembro, mês da cassação, que Dirceu teve mais despesas: R$ 21.059,84. As chamadas verbas indenizatórias são oferecidas pela Câmara para cobrir despesas dos parlamentares com a manutenção de escritórios nos seus Estados, entre outras despesas, que são indenizadas mediante apresentação de notas fiscais ao Núcleo de Verba Parlamentar (Nuvep). Oficialmente, a maioria das verbas financiou transporte, hospedagem e alimentação - R$ 37.552,37 gastos. Segundo a assessoria do ex-deputado, Dirceu viajou várias vezes para São Paulo, Rio e outras cidades. Foram R$ 11.659,04 com combustíveis e lubrificantes, utilizados na via-crúcis do ex-deputado. O que surpreende é que ele gastou relativamente pouco com divulgação de atividade parlamentar. No total, foram R$ 4.240,37. Após três mandatos de deputado, Dirceu terá de se adaptar a uma vida mais modesta. Aos repórteres disse: "Sou apenas José Dirceu e me sinto muito bem com isso". Na prática, afirmou que, além das atividades partidárias, vai dedicar-se à advocacia e a escrever uma espécie de livro de memórias. Seu escritório será em São Paulo, onde dividirá as atividades com a colega Lília Ribeiro. Dirceu no INSS O ex-deputado cassado José Dirceu não terá direito à aposentadoria pela Câmara. Uma decisão cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU) impede o pagamento pela Casa. Se quiser, poderá se aposentar pelo INSS. Para receber o teto de R$ 2,4 mil mensais, terá de comprovar que contribuiu por 35 anos. O ex-ministro não terá a "sorte" de seus ex-colegas Roberto Jefferson (PTB-RJ) e Valdemar Costa Neto (PL-SP), que conseguiram o benefício. Na ocasião, não havia a medida do TCU. A decisão foi uma resposta ao Ministério Público Federal, que considerou ilegal e imoral premiar o pagamento a quem foi cassado por envolvimento em irregularidades comprovadas pelas CPIs dos Correios e do Mensalão. Entretanto, Dirceu disse que não planeja requerer a aposentadoria. ;

Links
.
.
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Brasília fica sob ataque de 45 mil manifestantes e diversos ministérios são depredados


Banda Malta lança a nova série de vídeos no YouTube, Spotify e Deezer hoje, dia 24 de maio


Após adiar decisão, CCJ marca nova reunião e exclui da pauta PEC das Diretas


Candidatos têm até hoje para pagar a taxa de inscrição do Enem


Operadoras de telefonia criticam proibição de franquia limitada de banda larga fixa


Nicolás Maduro assina decreto com proposta para eleger Assembleia Constituinte