Petistas e estudantes brigam em evento com Dilma


 

Politica - 03/09/2008 - 00:33:43

 

Petistas e estudantes brigam em evento com Dilma

Petistas e estudantes brigam em evento com Dilma

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 


O lançamento do programa de governo do candidato a prefeito de São Bernardo do Campo pelo PT, Luiz Marinho, foi marcado por uma briga entre estudantes, seguranças e integrantes do partido na região. A confusão começou durante um discurso do senador Aloízio Mercadante (PT-SP) sobre o governo Lula, no auditório da Universidade Metodista. A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, também estava presente no evento.

Mercadante falava sobre o desenvolvimento do País durante a gestão de Lula, quando cerca de 10 estudantes começaram a gritar e chamar o senador de ladrão. Seguranças da universidade e integrantes do PT tentaram empurrá-los para fora do auditório, trocando agressões com os estudantes.

O estudante de filosofia Glauber Leite, 20 anos, disse que entrou no auditório para ver o que estava acontecendo no local, quando considerou "um absurdo" a fala de Mercadante e resolveu protestar. Ele afirma ter sido agredido com pontapés.

A ministra Dilma Rousseff lamentou o episódio, mas considerou uma manifestação isolada. "As manifestações como essa não são democráticas, porque eles (os estudantes) entraram em um local fechado. Se expressaram de uma forma um tanto quanto, eu diria, não necessária. Espero, pelo bem da democracia, que é muito melhor uma convivência mais civilizada", afirmou.

O candidato Luiz Marinho também comentou o episódio. "Não consegui observar se foi um ato de provocação, aparentemente sim, mas faz parte. Acho chato porque estraga a festa", disse Mariho, afirmando também que, apesar do ocorrido, tudo transcorreu como o planejado.

;

Links
.
.
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Prazo para requerer redução de IPTU para aposentados e pensionistas termina na quarta, dia 28


Janot denuncia Temer por crime de corrupção passiva


Como empresários e autônomos devem garantir seu futuro frente às mudanças previdenciárias do país?


Moro condena Palocci a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro


Nicolás Maduro pede 'insurreição popular' caso governo seja afetado


Trabalhadores têm até dia 30 para sacar abono do PIS/Pasep 2015