-->


 

TV - 20/08/2017 - 16:10:25

 

Morre aos 91 anos o comediante Jerry Lewis

 

Da Redação com EFE

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Morre aos 91 anos o ator e comediante Jerry Lewis

Morre aos 91 anos o ator e comediante Jerry Lewis


O ator americano Jerry Lewis morreu hoje (20), em Las Vegas, aos 91 anos. Ainda não foram divulgadas as causas da morte. Em junho, o ator foi hospitalizado em Las Vegas após contrair uma infecção urinária, a última em seu longo histórico de problemas de saúde, como o infarto do qual se recuperou em 2006.

Jerry Lewis tornou-se conhecido pelos  filmes de comédia pastelão como O Professor Aloprado(1963), O Terror das Mulheres (1961) e O mensageiro trapalhão (1960).

Nos anos 40, Lewis ganhou fama ao lado do cantor Dean Martin, formando a dupla Martin e Lewis. Em uma década, ambos protagonizaram vários filmes de humor como A Amiga da Onça(1949), O Biruta e o Folgado (1951), Sofrendo da Bola (1953), Artistas e Modelos (1955) e O Rei do Laço (1956), arrecadando milhões de dólares. Após anos de muito sucesso, as diferenças entre ambos começaram a surgir e, em 1956, fizeram a última aparição juntos no filme Ou Vai ou Racha

Lewis se afastou do cinema no final dos anos 60 e passou a se dedicar a seu programa beneficente anual de arrecadação de fundos para a distrofia muscular, o Jerry Lewis MDA Telethon, que coincidia com o Dia do Trabalho nos Estados Unidos. 

Com duas estrelas na Calçada da Fama, ganhou prêmios honorários incluindo o American Comedy Awards, The Golden Camera, Los Angeles Film Critics Association e do Festival de Venice.

Nos últimos anos, o comediante enfrentou diversos problemas de saúde, incluindo algumas internações em 2012 devido ao nível de açúcar no sangue e também por estafa um ano antes.

 



;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



Juiz homologa delação premiada do empresário Henrique Constantino


Piscinão do Paço de São Bernardo será entregue em 100 dias


Biometria Obrigatória 2019 para as eleições municipais de 2020


Luiz Fernando, PT, vai para o Conselho de Ética por preconceito contra a mulher


Carla Morando discursa na abertura da APAS Show, enaltecendo a "forte capacidade de gerar emprego"


Processos judiciais abusivos comprometem a liberdade de imprensa