Policial agride mulher em estação de metrô em São Paulo --> --> -->
-->


 

Mulher - 08/04/2024 - 18:12:44

 

Policial agride mulher em estação de metrô em São Paulo

 

Da Redação com Abr

Foto(s): Reprodução

 

Mulher foi agredida com um tapa no rosto por um policial militar - Frame/TV Brasil

Mulher foi agredida com um tapa no rosto por um policial militar - Frame/TV Brasil


Uma mulher foi agredida e acuada por um policial militar fardado, na Estação da Luz, em São Paulo, no último sábado (6). Vídeos que mostram o ataque têm circulado pelas redes sociais, sobretudo em perfis de entidades e militantes da causa LGBTQIA+, desde a madrugada desta segunda-feira (8).

Nas imagens, é possível ver a jovem no chão da plataforma da linha azul, encolhida, diante do policial. O agente, que permanece de pé diante dela, desfere um tapa em seu rosto.

"Baixa o tom [de voz]. Baixa o tom", ordenou o policial à vítima. 

"Vá para fora", acrescentou ele, que olha para a câmera que flagrou a agressão, enquanto passa diante dela para seguir seu caminho na plataforma. 

"Precisa bater nas pessoas?", indaga a vítima, após a violência

De acordo com boletim de ocorrência, o policial ainda a golpeou com tapas na cabeça. A vítima também alega ter levado um chute na região da costela e que estava sentada quando o policial a abordou. 

Procurado, o Metrô afirmou que quem responde pelo episódio é apenas a Secretaria da Segurança Pública (SSP). A pasta disse que "lamenta o ocorrido" e que o policial foi identificado e afastado de sua função. 

"A Polícia Militar instaurou um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias dos fatos", adicionou o órgão na nota encaminhada. A SSP não prestou esclarecimentos sobre questões apresentadas pela reportagem, como o cargo do policial -, já que pode ter patente -, o tempo em que o agente está em atividade e se já foi punido anteriormente por conduta semelhante. 

A ativista Jacqueline Chanel, que está à frente do projeto Séfora's, de acolhimento de pessoas trans e travestis, denunciou o caso à Coordenação de Políticas para LGBTI. A coordenação é subordinada à prefeitura de São Paulo.  

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



IGP-M: índice usado no reajuste do aluguel sobe 0,89% em maio


CFM recorre ao STF para derrubar decisão que autoriza assistolia fetal


Renegociação do Desenrola Fies termina na próxima sexta-feira


Juros recuam, mas rotativo do cartão sobe, atingindo 423,5% ao ano


Hugo Calderano conquista título do WTT Contender Rio


Apenas 11% das escolas têm internet na velocidade certa, diz pesquisa