-->


 

ABCD - 12/01/2019 - 18:11:12

 

Luiz Marinho têm bens bloqueados no caso do Museu do "Lula"

 

Da Redação .

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Luiz Marinho, PT, ex-prefeito de São Bernardo do Campo

Luiz Marinho, PT, ex-prefeito de São Bernardo do Campo


O ex-prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, PT, teve os bens bloqueados após o juiz Carlos Alberto Loverra, da 1ª Vara Federal de São Bernardo, acatar pedido de liminar da procuradora federal, Fabiana Rodrigues de Souza Bortz.

"Verifico plausibilidade nos argumentos conducentes a possivel responsabilidade dos correus par atos de improbidade causadores de prejuizo ao erario, bern como afronta aos principios que informam a administração publica, ensejando o necessaria que justifica a fumus boni juris decretarção liminar de indisponibilidade dos bens dos mesmos", determina o juiz Loverra no deferimento da liminar.

O valor total do bloqueio, de ate R$ 76,1 milhões, atinge os 20 acusados, entre eles Luiz Marinho, ex-prefeito e ex-candidato a governador pelo Estado de São Paulo, pelo Partido dos Trabalhadores, PT,  três ex-secretarios do governo petista (Jose Cloves, ex-vereador, Osvaldo de Oliveira Neto e Alfredo Buso), o ex-adjunto Sergio Suster, além de pessoas ligadas às empresas envolvidas na ação de improbidade administrativa, ajuizada em julho de 2017.

De acordo com o MPF, o valor do bloqueio seria para reparação aos danos causados ao erário público, além das multas previstas em legislação pertinente.

Quando candidato ao governo paulista, Luiz Marinho declarou ao TRE-SP, possuir cerca de R$ 64,5 mil em bens (Declaração expontânea de bens de candidatos às eleições gerais de 2018)

O Ministério Público Federal, MPF, já ofereceu duas denúncias ligadas ao ao conhecido Museu do "Lula" (Museu do Trabalho e dos Trabalhadores) aceitas pela Justiça.

A Operação Hefesta, deflagrada em dezembro de 2016, investigou fraudes e corrupção na licitação e execução nas obras do Museu do "Lula".


Leia Também

Secretários de Obras e Cultura de S.Bernardo tiveram prisão temporária decretada na Operação Hefesta - 13/12/2016 - 08:22:13

PF coloca na rua Operação Hefesta para debelar esquema de corrupção no caso do Museu do Trabalhador - 13/12/2016 - 06:30:39


A procuradoria federal deixa clara a ligação dos envolvidos, em evidências e provas levantadas, no desvio de recursos e na obtenção de vantagens indevidas, beneficiando agentes publicos e privados que, de acordo com a denúncia, atuavam em conluio, mediante pagamentos de serviços que não teriam sido executados e, com a agravante, de estarem superfaturados em relação aos valores praticados normalmente no mercado.

Nenhum dos envolvidos retornou aos questionamentos da reportagem até o fechamento desta matéria

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



Governo do Estado anuncia medidas para fortalecer o setor automotivo


Bolsonaro assina MP determinando que contribuição sindical deve ser cobrada por boleto


Lula volta para carceragem em Curitiba após cremação do corpo do neto


Lula acompanha velório do neto Arthur em São Bernardo


Turismo interno deve girar R$ 3,5 bilhões no estado do Rio de Janeiro


Balança comercial tem segundo melhor saldo da história para fevereiro