João Doria obtém vitória nas prévias e será candidato do PSDB à presidência em 2022 --> -->


 

Politica - 27/11/2021 - 15:51:18

 

João Doria obtém vitória nas prévias e será candidato do PSDB à presidência em 2022

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / PSDB

 

Doria, governador de São Paulo, teve 53,99% dos votos dos filiados e derrotou Eduardo Leite (RS) e Arthur Virgílio (AM) nas prévias do PSDB.

Doria, governador de São Paulo, teve 53,99% dos votos dos filiados e derrotou Eduardo Leite (RS) e Arthur Virgílio (AM) nas prévias do PSDB.


Ele venceu nas prévias o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.

Segundo o PSDB, Doria recebeu 53,99% dos votos dos filiados, somando 17.470 votos, de um total de 29.360 filiados que participaram das prévias.

Eduardo Leite teve 44,66% dos votos (11.295 votos) e Arthur Virgílio Neto, 1,35% (427 votos).

"Senhoras e senhores, tucanos e tucanas, brasileiros de todos os recantos do país, o PSDB decidiu que o nosso candidato à presidência da República em 2022 é o governador João Doria", anunciou o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo.

João Doria, de 63 anos, entrou na vida pública como secretário de Turismo de São Paulo e presidente da Paulistur (1983-1986) no governo Mário Covas.

Formado em jornalismo e publicidade, fundou em 2003 o grupo de empresários Lide.

Foi prefeito de São Paulo entre 2017 e 2018, renunciando ao cargo para concorrer ao governo do Estado, mesmo após prometer publicamente que completaria o mandato.

Elegeu-se ao governo paulista em 2018, ao atrelar sua campanha à do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), utilizando o slogan "BolsoDoria".

Posteriormente, rompeu com o presidente durante a pandemia, buscando afastar sua imagem da postura negacionista de Bolsonaro com relação ao vírus.

As prévias do PSDB foram marcadas por uma falha no processo de votação, que adiou em uma semana a conclusão da escolha do candidato do partido à presidência.

O processo começou no domingo passado (21/11) mas foi interrompido após falhas no aplicativo de votação — o partido suspeita de ataque por hackers. Neste sábado, a votação começou às 8h e foi encerrada às 17h.

Esta foi a primeira vez que o PSDB realizou prévias para escolher seu candidato à presidência, num processo marcado por rusgas entre os candidatos e desgaste público da legenda.

"Fazer democracia não é fácil, mas é o melhor caminho", declarou Doria neste sábado, antes do anúncio da sua vitória. "Estamos todos no mesmo barco. Queremos novo caminho de entendimento, dentro do PSDB e com outros partidos", completou.

Depois da vitória, Doria ironizou em sua conta no Twitter a consultoria de risco político Eurasia, que previu em relatórios o triunfo de Eduardo Leite nas prévias.

Tentativa de recuperar a relevância

Segundo especialistas ouvidos pela BBC News Brasil, as prévias do PSDB são parte de uma tentativa do partido de recuperar relevância e protagonismo no cenário político brasileiro.

O partido foi fundado em 1988, a partir de uma cisão do antigo PMDB (atual MDB) com uma inspiração na chamada social-democracia europeia. O PSDB venceu duas eleições presidenciais consecutivas (1994 e 1998), com Fernando Henrique Cardoso.

A partir de então, perdeu quatro disputas nacionais seguidas para o PT: 2002, 2006, 2010 e 2014. Apesar disso, manteve sua dominância em estados considerados poderosos como São Paulo e Minas Gerais e se consolidou, neste período, como a principal força de oposição aos governos petistas.

Após o impeachment de Dilma Rousseff (PT) em 2016, o PSDB se aliou ao então presidente Michel Temer (MDB) e passou a integrar diversos ministérios. Em 2018, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) preso como resultado da Operação Lava Jato, a expectativa era de que o partido pudesse voltar ao poder.

No entanto, seu candidato na época, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, ficou em quarto lugar com apenas 4,76% dos votos. Além disso, o partido viu sua participação na Câmara dos Deputados despencar. Em 2014, o PSDB elegeu 54 deputados e era a terceira maior bancada da Casa. Quatro anos depois, o partido elegeu apenas 29, ficando em nono lugar.

O desafio de João Doria em 2022 será grande, uma vez que ele não aparece entre os primeiros colocados nas pesquisas de intenção de voto realizadas até o momento. Nas pesquisas, Doria tem aparecido atrás de Lula, Bolsonaro, do ex-ministro Sergio Moro (Podemos) e de Ciro Gomes (PDT).

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



EUA entregam resposta as demandas da Rússia


PF recolhe 15 girafas em resort e prende duas pessoas


Em São Bernardo, Estádio 1º de Maio é confirmado como palco da Série A do Paulistão


Dívida pública pode alcançar até R$ 6,4 trilhões em 2022


Roberto Jefferson deixa a prisão com tornozeleira eletrônica


Prefeito Orlando Morando discute junto ao Governo do Estado melhorias no acesso ao bairro Capelinha